Português Italian English Spanish

Comissão na Câmara pede a cassação da prefeita de Carapebus

Comissão na Câmara pede a cassação da prefeita de Carapebus

Data de Publicação: 13 de fevereiro de 2020
Requerimento adia votação da cassação para sexta-feira (14)

Por cinco votos a quatro foi aprovado o requerimento que adia para sexta-feira (14), às 18 horas, a votação da cassação da prefeita de Carapebus, Christiane Cordeiro na Câmara de Vereadores do município.

O vereador Luciano Sardinha solicitou essa medida baseado no fato que o parecer final está elaborado em 48 páginas, enquanto o restante do processo possui mais de 30 mil páginas.

O processo chegou a ser suspenso pela Justiça após pedido do Executivo, mas foi liberado no dia 29 de janeiro com a decisão unânime da 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

A prefeita é acusada de seis crimes de responsabilidade: deixar de responder a ofícios dos vereadores; não publicação do Plano Plurianual de 2018 a 2021; descumprimento do limite de 1% do remanejamento do Orçamento; desvio de verba do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Fundo de Saúde, utilização dos royalties do petróleo para pagar a folha de pessoal; irregularidades em licitações e conduta incompatível com o cargo.