Português Italian English Spanish

Marcelo Crivella indica retorno de treinos no Rio

Marcelo Crivella indica retorno de treinos no Rio

Data de Publicação: 23 de maio de 2020
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou que os clubes estarão liberados para retornar aos treinos a partir da próxima segunda-feira

Foto: Getty 

Nesta sexta-feira (22), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, acenou para que os clubes sejam liberados para retornar aos treinos a partir da próxima segunda-feira.

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, o general Eduardo Pazuello, que atualmente comanda, de forma interina, a pasta do Ministério da Saúde, concordou com o retorno da prática esportiva, ponderando para que não haja público nos estádios.

– Em um primeiro momento, tinha muito jogador que era contra. Agora já tem um outro entendimento dos jogadores, obviamente sem torcida. Está nas mãos do prefeito Marcelo Crivella isso. No que depender do Ministério da Saúde, o ministério também é favorável a dar um parecer nesse sentido. Para que a gente possa assistir a um futebolzinho no sábado, domingo. Os jogadores querem. O que interessa é isso: os jogadores querem voltar a jogar. E afinal de contas, não sabe até quando vai esta pandemia e todo mundo pede por isso aí. O esporte é vida, é saúde. Espero que o Marcelo Crivella resolva autorizar a volta do Campeonato Carioca. Espero que o mesmo aconteça nos demais estados – afirmou.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, afirmou que os clubes estarão liberados para retornar aos treinos a partir da próxima segunda-feira. Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, Crivella falou que a volta às atividades em meio à pandemia do novo coronavírus só acontecerá mediante a execução de um protocolo minucioso de segurança.

- Nós estamos propondo uma estratégia de retorno, os clubes que puderem obedecer isso, então a partir do dia 25 poderão (retornar aos treinos). Reitero o apelo para que as medidas sejam obedecidas - declarou.

O novo secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro é contra a volta imediata dos treinos de futebol. Há menos de uma semana no cargo, Fernando Ferry tem uma opinião contrária a do governador, Wilson Witzel, que defende que a responsabilidade do retorno às atividades recaia sobre os clubes. O secretário compartilha da posição do governo municipal da capital fluminense de não liberar os treinamentos presenciais.

 

Fonte: Lance