Português Italian English Spanish

Vida Vegana: A nuvem de gafanhotos traz a pergunta, veganos matam insetos?

Vida Vegana: A nuvem de gafanhotos traz a pergunta, veganos matam insetos?

Data de Publicação: 27 de junho de 2020

Angela Brito - jornalista, professora de yoga e

ativista vegana - Instagram: @angela.britoveg


 

A Nuvem de gafanhotos traz a pergunta, veganos matam insetos?

 Veganos não matam bichinhos, afinal vida é vida!  Mas, e as baratas?  As formigas?  Os pernilongos? Os mosquitos da dengue?  A nuvem de gafanhotos?

O ativista americano Gary Yourofsky - um dos mais respeitados no mundo - diz não matar nenhum inseto na casa dele, nem mesmo as aranhas que ele morre de medo.

De acordo com um artigo da PNAS - publicação oficial da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos - os cérebros de insetos, embora pequenos, desempenham as mesmas funções que o mesencéfalo humano. (Núcleo neural que suporta nossa capacidade de conscientização.)

São decisões difíceis. Evito ao máximo matar, mas, como nem sempre encontro alternativa, apelo para o bom senso. Tiro barata de casa sem matá-la. Faço o mesmo com outros insetos. Porém, esta semana, infelizmente, tive que chamar a dedetização para acabar com as formigas de fogo (comuns no Texas, onde estou) que invadiram o meu apartamento colocando a Manuela, minha filha de patas, em risco. Elas dão picadas dolorosas podendo causar reações alérgicas graves. Deus sabe o quanto evitei essa medida mais drástica. Queria eu ter a luz de Chico Xavier que, certa vez, antes de dormir, conversou com as formigas para que fossem embora de casa porque o amigo dele iria matá-las. Na manhã seguinte, elas haviam sumido.

 

 

Avião com pesticida combatendo a nuvem de gafanhotos na argentina

 

 

Na verdade, o veganismo luta é pela abolição da exploração animal e, consequentemente, a redução ao máximo possível, dentro da condição espiritual em que nos encontramos no planeta Terra, das mortes de animais causadas por seres humanos.

Na linha do bom senso, eu aprovo a medida do governo brasileiro que está monitorando o caminho da nuvem rara (talvez até suspeita) de gafanhotos. O Ministério da Agricultura se prepara para, caso os insetos entrem em território nacional, sejam mortos por agrotóxicos manipulados por especialistas.

 De acordo com a meteorologia é pouco provável que os gafanhotos avancem por causa do frio e da chuva previstos para o Sul. Se isso de fato ocorrer saberemos, então, que não apenas Deus é brasileiro, mas São Pedro também.  Vamos rezar!